Turismo Religioso

Turismo Religioso

Projeto Reduz Salários de Vereadores de Município da PB Para R$ 788,00

0 comentários
Iniciativas populares que obrigaram a redução de salários de vereadores em câmaras municipais de cidades no Sul do país, a exemplo de Paranaguá (PR), Mauá da Serra (PR), Santo Antônio da Platina e Jacarezinho chegou à Paraíba, a diferença é aqui a iniciativa partiu da própria Casa legislativa, através do vereador Juan Pereira (PSDB), que protocolou Projeto de Lei, propondo a redução dos subsídios de vereadores, prefeito, vice-prefeito e secretários do município de Sumé, localizado na microrregião do Cariri Ocidental da Paraíba.

Como os subsídios de vereadores, prefeitos, vice-prefeitos são fixados pelas legislaturas que antecedem as que serão eleitas, o vereador Juan Pereira, protocolou Projeto de Lei estabelecendo a redução dos salários dos agentes públicos para a próxima legislatura.

O projeto pode não contar com a simpatia dos agentes públicos, mas com certeza terá o apoio da maioria absoluta da população de Sumé, de acordo com o projeto a partir da próxima legislatura, ou seja, a partir de 2017, o teto máximo para os vereadores (inclusive do presidente da Câmara) será fixado em R$ 788,00 (salário atual vigente), o do prefeito em R$ 7.880,00 (correspondente a 10 salários mínimos), vice-prefeito e secretários em R$ 3.394,00 (correspondente a 5 salários mínimos).

O Projeto de Lei estabelece ainda que qualquer alteração nos subsídios desses agentes públicos, durante a próxima legislatura, terá que obrigatoriamente passar por uma consulta popular mediante plebiscito.

Confira a integra do Projeto de Lei, que foi protocolado na Câmara Municipal de Sumé, no dia 24.08.2015.

Projeto de Lei

“Fixa o teto e os critérios para alteração no subsídio mensal dos Vereadores, Prefeito, Vice-Prefeito e Secretários do município de Sumé Paraiba.

Art. 1º: O teto para o subsídio mensal dos Vereadores para as próximas legislaturas fica estabelecido em 01 (um) salário mínimo, nos valores de hoje, somando R$ 788,00.

§ 1º: O subsídio mensal do Presidente da Câmara será rigorosamente igual ao dos outros vereadores, sendo vedado o acréscimo de qualquer gratificação, adicional, abono, prêmio, verba de representação ou outra espécie remuneratória que diferencie.

§ 2º: A ausência do vereador às sessões ordinárias, sem justificativa plausível apresentada por escrito ao Presidente da Câmara, implicará o desconto da quantia equivalente a 15% por falta no pagamento do próximo subsídio.

Art. 2º: O teto para o subsídio mensal do Prefeito Municipal para as próximas investiduras fica estabelecido em 10 (dez) salários mínimos, nos valores de hoje, somando R$ 7.880,00 (sete mil oitocentos e oitenta reais).

Art. 3º: O teto para o subsídio mensal do Vice-Prefeito e dos Secretários de Governo do município para as próximas investiduras fica estabelecido em 05 (cinco) salários mínimos, nos valores de hoje, somando R$ 3 .394,00 (três mil trezentos e noventa e quatro reais).

Art. 4º: Fica assim determinado que o Presidente da Câmara dos Vereadores somente poderá levar toda e qualquer nova proposta de aumento de quaisquer dos itens que compreendem o subsídio mensal dos membros desta casa ou dos cargos de Prefeito, Vice-Prefeito e Secretários Municipais, mediante a consulta e aprovação prévia do referido projeto por parte da população da cidade e seus distritos.

§ 1º: A consulta popular se realizará mediante plebiscito, organizado pela Câmara de Vereadores e contemplará a população de Sumé e seus distritos, em dia, hora e local amplamente divulgados pelos principais veículos de comunicação do município, como;

§ 2º: A equipe responsável pela aplicação, controle e contagem dos votos coletados no plebiscito deverá ser composta por membros dos Conselhos Municipais de Sumé, indicados mediante sorteio público, sob a supervisão do poder judiciário.

§. 3º: Fica a cargo da Câmara de Vereadores garantir a segurança e a idoneidade do processo de consulta popular, devendo esta buscar apoio junto a órgãos e instituições públicas como a Polícia Militar da Paraíba e a Ordem dos Advogados do Brasil.


Art. 5º: O salário mínimo de referência é o vigente na data de 24 de agosto de 2015, no valor de R$ 788,00 (setecentos e oitenta e oito reais), sendo que, ainda que este venha a sofrer alterações no futuro, qualquer reajuste na remuneração dos Vereadores, Prefeito, Vice-Prefeito e Secretários Municipais só poderá ser realizada mediante aprovação popular indicada em plebiscito, conforme artigo 4º desta lei.

Vladimir Chaves


Leia Mais »

Arcebispo da Paraíba é suspenso pelo Vaticano; Religiosos criticavam presença do Bispo em protestos

0 comentários
Arcebispo da Paraíba está proibido de ordenar padres e diáconos e de receber novos seminaristas até que o Vaticano finalize investigações em curso.
Pode celebrar missa e casamento, mas não pode ordenar padres e diáconos. É com essa limitação que o arcebispo dom Aldo Pagotto continua à frente da Arquidiocese da Paraíba, onde chegou no ano de 2004. Quem revela essa restrição é um grupo de padres, que pediu o anonimato para esmiuçar o que acontece nos bastidores da Igreja Católica na Paraíba. Dom Aldo estaria proibido de ordenar presbíteros e diáconos, desde o início deste ano, por determinação do Vaticano. 
A crise no clero da Paraíba não se instalou da noite para o dia. Segundo um padre que não quis se identificar, a insatisfação com o arcebispo foi crescendo ao longo dos anos. O ápice se deu em 2013, quando ocorreu uma visita canônica, ocasião na qual um representante do Vaticano veio a João Pessoa com a missão de ouvir os religiosos sobre a realidade vivida na Arquidiocese da Paraíba. Ao todo, 26 padres prestaram depoimentos contrários à conduta de Pagotto. 
A visita canônica ou visita apostólica é uma iniciativa da Santa Sé, que prevê o envio de um representante – visitador apostólico – para avaliar um instituto eclesiástico, como uma diocese. No caso da Paraíba, o visitador apostólico foi o então arcebispo de Garanhuns (PE), dom Fernando Guimarães, hoje arcebispo da Diocese Militar em Brasília.
Um relatório foi feito e se transformou em um processo que tramita na alta cúpula da Igreja. No início deste ano, segundo o grupo de padres, dom Aldo foi a Roma prestar esclarecimentos sobre as investigações envolvendo seu nome. A expectativa é de que o Vaticano emita um parecer sobre a situação até novembro próximo, que pode ser, inclusive, a saída de dom Aldo. 
reportagem procurou a Nunciatura Apostólica, em Brasília, onde foi dito que o órgão não presta informações sobre nenhum processo, independentemente de sua natureza. A Nunciatura, que representa o Vaticano no Brasil, recomendou procurar a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que, por sua vez, não enviou resposta ao que foi solicitado. 
As reclamações são muitas, mas o pedido dos religiosos é claro: eles querem a saída do arcebispo. A principal queixa contra Pagotto é a falta de diálogo e a tomada de decisões de forma unilateral. “Ele não ouve ninguém, não consulta quem deve ser consultado. É um bispo que se considera dono da Igreja”, reclama um dos padres. Nem mesmo o Conselho Presbiteral participaria das decisões do arcebispo, segundo o grupo. 
Suspenso de ordenar, dom Aldo tenta se defender do que classifica de denúncias infundadas. A Arquidiocese da Paraíba rebate a informação e diz que isso não existe. Contudo, revela que não há previsão de nova ordenação. A decisão de ordenar presbíteros e diáconos é exclusiva do bispo, segundo os regulamentos da Igreja Católica. Em outras palavras: é o bispo quem decide quando deve ordenar novos padres e diáconos, quando achar que eles estão prontos para isso, sem ter que se alongar nas explicações. A arquidiocese pede provas em relação às denúncias. 
Procurado pela reportagem para dar sua versão, o arcebispo limitou-se a dizer a seguinte frase:"Isso de novo? É tudo calúnia". Depois disso, todas as respostas foram dadas pela assessoria de imprensa da Arquidiocese da Paraíba.
Religiosos criticam presença do bispo em protestos
Dividido, o clero da Paraíba vê dom Aldo como “o bispo que não deu certo”. O ministério dele não é aprovado, assim como suas atitudes. Recentemente, a presença do arcebispo nas manifestações de rua pedindo impeachment da presidente Dilma Rousseff foi vista como uma afronta ao que prega a Igreja. Ironicamente, o bispo que vai às ruas pedir a saída da presidente, enfrenta o pedido de impeachment dentro de sua própria Igreja. 
Os padres lamentam o envolvimento de Pagotto em escândalos. “A presença de dom Aldo em manifestações de rua arranha a imagem da Igreja, e isso não é visto. Ele não representa a Igreja nesses e em muitos outros momentos”, declara um dos párocos. Os religiosos esperam de Roma uma solução: a saída de dom Aldo. 
Um bispo de decisão forte, que enfrenta as denúncias sem se abalar. É assim que a Arquidiocese da Paraíba descreve dom Aldo Pagotto, que completa 66 anos no próximo dia 16. Há 11 anos na Paraíba, depois de ser bispo em Sobral, no Ceará, ele rebate as denúncias. Afirma que são infundadas e sem lógica. Nega que esteja proibido de ordenar presbíteros e diáconos e diz que o calendário de ordenação segue normalmente. A última aconteceu em dezembro do ano passado, mas a próxima ainda não tem data prevista. 
Segundo a Arquidiocese, o arcebispo consulta os conselhos presbiteral e pastoral, mas sua decisão é soberana, conforme preveem as normas da Igreja. As reuniões acontecem normalmente. A última delas, com o conselho pastoral, foi realizada no dia 22 de agosto. É durante essas reuniões que surgem discussões como, por exemplo, a transferência de padres de uma paróquia para outra. O objetivo dessa mudança, explica a Arquidiocese, é para evitar comodismo entre os padres. 
Pagotto não esconde que vai às ruas durante as manifestações. Mas diz que o intuito é o de pedir ética e transparência na política. Embora já tenha sido visto ao lado de lideranças políticas durante o tempo em que está na Paraíba, ele afirma que não se envolve com política partidária. Pagotto não vê problema, por exemplo, em “se vestir” com a bandeira do Brasil e se juntar a outros manifestantes que pedem a saída da presidente.

Fonte/Jornal da Paraíba 


Leia Mais »

Banco do Brasil com caixas eletrônicos sem dinheiro no final de semana revolta clientes em São Mamede

0 comentários
Os caixas eletrônicos da agência do Banco do Brasil da cidade de São Mamede estavam sem dinheiro neste sábado, dia 29/08/2015. 

O desrespeito aos clientes gerou muita reclamação e foi motivo de conversas entre as centenas de pessoas que foram até o banco neste final de semana para sacar dinheiro.

Acho uma falta de respeito ao cidadão uma agência bancária não ter dinheiro nos caixas eletrônicos nos fins de semana, e isso a população de São Mamede convive quase sempre.
Agência sem comando, sem gerência e sem respeito ao consumidor. Disse Sidney.

Vários clientes da agência do Banco do Brasil em São Mamede tiveram que se deslocar para as cidades de Santa Luzia ou Patos para realizar saques.


O espaço fica aberto aos responsáveis pelo Banco do Brasil da cidade de São Mamede para os devidos esclarecimentos sobre o fato exposto.

BlogSãoMamede1

Leia Mais »

Sindicato distribui cestas básicas para aposentados (IPSAL) de Santa Luzia que estão com pagamentos atrasados.

0 comentários
O Sindicado dos Funcionários Públicos de Patos e Região, SIMFEMP, está distribuindo cestas básicas para amenizar a situação das famílias dos aposentados do Instituto de Previdência de Santa Luzia, IPSAL, e o mesmo quer uma resposta rápida e imediata, na semana passada,  vereadores da oposição através  de requerimento, solicitaram também uma audiência pública com o prefeito  para debater a situação, o plenário aguarda a decisão do presidente  da casa Hemerson Medeiros para uma  data que posteriormente  será divulgada.


BlogSãoMamede1 com TVSantaLuzia

Leia Mais »

São-mamedense sofre acidente na BR 230 em Santa Luzia, confira:

0 comentários
carro capótouAs primeiras informações dão conta de que a motorista Katharine de Andrade natural de São Mamede/PB vinha no sentido Santa Luzia/Campina Grande quando de repente perdeu o controle do carro na tarde desta sexta feira, (28/08), na BR 230 próximo a casa de show Forro na Chácara, o carro, chegou a sair fora da BR e capotou,  a vítima foi socorrida para ao Hospital Sinhá Carneiro com leves escoriações no corpo.

Segundo informações as vitima passa bem. 


Fonte:TVSantaLuzia

Fotos: Francisco Pereira



Leia Mais »

Agência de viagens oferece o melhor do turismo religioso para Patos e Região, confira:

0 comentários

Confira o Vídeo



BlogSãoMamede1

Leia Mais »

João Paulo e Everaldo desembarcam de vez no PR de Santa Luzia/PB

0 comentários
Everaldo, Aderaldo e João PauloJoão Paulo é filiado ao PMDB local, e a decisão para ingressar  no PR partiu de uma conversa formal entre o presidente Aderaldo Dantas e  Branco Paulo, pai de João Paulo, por ser de uma família numerosa, que elegeu por várias vezes o saudoso Ze Paulo à vereador  na Câmara Municipal, segundo João Paulo,  Santa Luzia precisa de uma oposição de verdade que cuide dos destinos da cidade com mais agilidade e que tenha o real compromisso com o povo.  João Paulo vai pedir a desfiliação ao PMDB na próxima semana para poder ingressar no PR.

Everaldo que atualmente estava no PT desembarca também no PR com a proposta viável de somar ao novo projeto, por ter obtido uma expressa votação nas últimas eleições proporcionais, e por ser amigo fiel de Aderaldo Dantas , percebe que,  a cidade de Santa Luzia não pode parar no tempo, em que diante da crise que assola o país, é possível se fazer política pensando na comunidade e nos seus direitos, com soluções viáveis com um processo de  parceria entre o público e o privado.

O PR agora  vai se reunir ainda com outros partidos e formar um projeto político para Santa Luzia, em breve será marcada a convenção municipal que tem a frente o pré Candidato a prefeito Aderaldo Dantas  além de outros nomes da política de Santa Luzia/PB.

Leia Mais »

Mãe de ex-prefeito de Várzea morre

0 comentários
Morreu na manhã desta sexta-feira (28/08)  a senhora Maria Salomé da Silva, "Dona Bibi", como era carinhosamente conhecida, mãe do ex-prefeito do município de Várzea, Demazinho. 

FONTE: BLOG JEFTE NEWS

Leia Mais »

Dr. Umberto Convida toda população de São Mamede para participar da convenção do PMDB neste domingo

0 comentários
Presidente do PMDB de São Mamede o medico Dr. Umberto Marinho e familia,  estende o convite aos Partidos aliados que fazem oposição em nosso município como também na oportunidade convida toda a juventude oposicionista e todos aqueles que de uma maneira ou de outra se opõe a esse grupo que governa nossa cidade a anos para participar da convenção do PMDB que se realizará neste domingo, 30 de agosto,  a partir das 09h00min na Câmara de Vereadores de São Mamede.

Dr. Umberto ainda comunica que o evento contará com as presenças o Deputado Estadual Nabor  e do Deputado Federal Hugo Motta e de lideranças locais e regionais do PMDB e de demais partidos de oposição.

Dr. Umberto Marinho de Lima
Presidente do PMDB de São Mamede



Leia Mais »

Convite de Missa de 1º aniversario de morte de Francisco de Assis Medeiros (Nazeu)

0 comentários


Leia Mais »

Prefeita de São José do Sabugi é destaque em transparência no encerramento do Mostra Paraiba

0 comentários
mostra paraibaNesta sexta-feira, último dia do evento, os trabalhos começam às 9h com a experiência de São José do Sabugi, município também destacado entre os 20 melhores do país.  a Prefeita Iracema Nelis irá mostrar que mesmo diante das crises que os municípios de pequeno porte passam, é possível  apresentar de forma transparente para todos um gestão de qualidade.

Em seguida prossegue as palestras sobre “Regulamentação Municipal de João Pessoa”, sob a responsabilidade da Secretaria de Transparência da Capital, e a apresentação do módulo adotado no Estado de Santa Catarina, promovida pela Controladoria Geral da União.

Em meio à programação, haverá também o relançamento do livro “Controle Interno da Administração Municipal, de autoria do técnico Carlos Vale, prosseguindo com os minicursos Brasil Transparente, Controle Interno e Arquivo Municipal.

Campanha contra corrupção – Durante toda a programação, o Ministério Público de Contas manteve um estande para a campanha que a Procuradoria da República está realizando em todo o Brasil, visando reunir 1,5 milhão de assinaturas, para que seja apresentado um projeto de lei de iniciativa popular, objetivando a implementação de 10 medidas de combate à corrupção. “São medidas justas que têm o apoio dos órgãos de controle e merecem o apoio da população”, disse o conselheiro André Carlo Torres, coordenador estadual do FoccoPB e vice-presidente do TCE.

Com FoccoPB/AscomTCE (Genesio Sousa)

Leia Mais »

Audiência entre SINFEMP e Prefeitura de Santa Luzia acontece dia (02) para resolver o problema da falta de pagamento dos aposentados

0 comentários
sinfmepDurante a tarde desta quinta feira, 28, um carro de som saiu as ruas de Santa Luzia convocando todos os aposentados que estão com os seus devidos pagamentos atrasados para uma audiência com a presença do Juiz de direito da Comarca de Santa Luzia PB Rossini Amorim Bastos ,o prefeito de Santa Luzia PB Ademir Morais, representantes do SIMFEMP, aposentados  e pensionistas, a audiência foi marcada para a próxima quarta feira,  dia 2 de setembro, para discutir  e encontrar  soluções para  colocar em dia o pagamento dos aposentados, que segundo o sindicato o repasse está completando dois meses de atrasos.

O prefeito Ademir disse que está tentando encontrar uma solução, haja vista que o instituto encontra-se com cerca de três milhões retidos no INSS, uma junta de advogados seria contratado para trabalhar esta questão.

O SIMFEMP está distribuindo cestas básicas para amenizar a situação das famílias, e o mesmo quer uma resposta rápida e imediata, na semana passada,  vereadores da oposição através  de requerimento, solicitaram também uma audiência pública com o prefeito  para debater a situação, o plenário aguarda a decisão do presidente  da casa Hemerson Medeiros para uma  data que posteriormente  será divulgada.

TvSantaLuzia

Leia Mais »

Missa na praça dos três poderes, em João Pessoa, marca vigília por justiça em julgamento de trabalhadores

0 comentários
Cerca de 200 trabalhadores rurais de vários municípios do estado, além de representantes de diversas entidades sindicais, de movimentos sociais e de direitos humanos participaram de uma missa campal, na Praça João Pessoa, hoje (27), pela manhã, pedindo justiça para sete trabalhadores rurais que estão sendo julgados hoje, no Fórum Criminal, na capital.

O deputado estadual Frei Anastácio (PT), que fez pronunciamento sobre o assunto na Assembleia Legislativa, disse que os trabalhadores foram acusados injustamente de promover uma emboscada que teria tirado a vida de um vaqueiro e ferido a bala o policial civil, Sergio Azevedo, 15 anos atrás.

“Esse atentado aconteceu às 19h30, numa estrada sem iluminação, na zona rural de Mogeiro, e o policial disse na acusação que reconheceu todos os trabalhadores. Uma mentira deslavada. Seria impossível alguém de moto, a uma velocidade de 6º quilômetros por hora, reconhecer tanta gente no meio de um tiroteio e à noite”, disse o deputado.

Frei Anastácio argumentou que esse reconhecimento, para qualquer ser humano seria impossível. Mesmo assim, os trabalhadores foram presos e passaram um ano e sete meses atrás das grades. “O policial Sergio Azevedo era cheio de inimigos.Tanto é que foi assassinado anos depois, em Bayeux,numa situação que a polícia ainda não explicou direito”, destacou o deputado.

De acordo com Frei Anastácio, a acusação promovida pelo Ministério Público do Estado da Paraíba contra os trabalhadores rurais se constitui num dos maiores processos de criminalização da luta pela Reforma Agrária no Brasil. E durante a detenção e prisão dos trabalhadores foram relatados diversos abusos e constrangimentos.

Entre esses abusos estão a falta de acesso aos seus advogados, tortura física e psicológica, humilhações e perseguições aos familiares. “Todos esses fatos foram devidamente contextualizados e enviados à Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA, às relatorias especiais da ONU e aos órgãos de proteção dos direitos humanos no Brasil”, relatou o deputado.

O petista disse que, mesmo diante de tais fatos e campanhas nacionais e internacionais pela liberdade dos trabalhadores, eles ficaram presos durante um ano e sete meses de forma injustificada. Só foram liberados após decisão do Superior Tribunal de Justiça, em 19 de dezembro de 2003.

“Quero deixar registrado que Severino dos Ramos dos Santos (Raminho), um dos trabalhadores acusados, faleceu em decorrência de doença cardíaca desenvolvida durante a prisão. Outro trabalhador, Severino José da Cruz, Seu Dino, também desenvolveu doença cardíaca e diabetes durante a prisão e teve que amputar as duas pernas. Tudo consequência da injustiça”, afirmou.


O parlamentar disse que, diante dos fatos, tem plena convicção de hoje no Fórum Criminal de João Pessoa, haverá um julgamento efetivamente justo e imparcial, que implicará na absolvição dos trabalhadores acusados. “Eu acredito que a justiça não vai mandar para cadeia, trabalhadores inocentes”, concluiu.

Assessoria

Leia Mais »

Aprovadas contas Gestão 2013 da Câmara de São Mamede, confira:

0 comentários
O Tribunal de Contas da Paraíba, reunido nesta quarta-feira (26), aprovou, por unanimidade, as contas do ex-presidente da Câmara de Vereadores de São Mamede, Francisco Junho, (PSDB), referentes ao ano de 2013.

Houve aprovação, ainda, às contas de 2013 das Câmaras Municipais de Bayeux, Salgadinho, Catingueira, Malta e São Mamede (com ressalvas), Junco do Seridó e Pedras de Fogo. As da Câmara de João Pessoa, exercício de 2012, foram aprovadas com ressalvas.

BlogSãoMamede1

Leia Mais »

Mudanças no quadro político do Vale do Sabugi no mês de setembro

0 comentários
No último mês para mudança partidária conforme o calendário eleitoral, o quadro político deverá sofrer mudanças no Vale do Sabugi.

Várias figuras do cenário político local estudam troca de partidos e deverão decidir agora no mês de setembro.


Partidos deverão filiar novos nomes pensando nas eleições de 2016, outros deverão deverá deixar siglas para ingressar em outras, é esperar os novos acontecimentos.

Sertão1

Leia Mais »

Encontro de escritores em São Mamede

0 comentários
No próximo dia 02 de setembro, na Escola Napoleão Abdon da Nóbrega, na cidade de São Mamede, a partir das 13 horas, a escritora Patrícia Dantas estará lançando o livro Vestidas de palavras.

Na oportunidade o evento contará com a participação do jornalista, escritor e professor Ronaldo Magella, de Santa Luzia, e do aluno da escola, escritor e autor do blog Palavra Declamada, Paulo Medeiros, que juntos discutiram com a comunidade local a amor pela literatura e pelos livros.

Além do lançamento do livro, haverá um diálogo sobre literatura, leitura, livros, escritas e experiências.

Sertão1



Leia Mais »